** Meu Perfil **

Meu nome: Alessandra Aquiles

Onde Moro: Na cidade Maravilhosa

Amo: Minha Família

Adoro: Deus


Não gosto: Falsidade



** Minha Música **



NOME DO CANTOR



** Meu Award **







** Lembrança do Blog **







** Mascotinho **







** Meu Mural de Recados **









Histórico:

- 21/03/2010 a 27/03/2010
- 28/02/2010 a 06/03/2010
- 14/02/2010 a 20/02/2010
- 27/12/2009 a 02/01/2010
- 20/12/2009 a 26/12/2009
- 29/11/2009 a 05/12/2009
- 22/11/2009 a 28/11/2009
- 15/11/2009 a 21/11/2009
- 08/11/2009 a 14/11/2009
- 01/11/2009 a 07/11/2009
- 25/10/2009 a 31/10/2009
- 18/10/2009 a 24/10/2009
- 27/09/2009 a 03/10/2009
- 20/09/2009 a 26/09/2009
- 13/09/2009 a 19/09/2009
- 06/09/2009 a 12/09/2009
- 23/08/2009 a 29/08/2009
- 16/08/2009 a 22/08/2009
- 09/08/2009 a 15/08/2009
- 02/08/2009 a 08/08/2009
- 12/07/2009 a 18/07/2009



Outros sites:

- Knuddels Love
- Meu blog - Linda & Loira
- Fonte de Amor
- Blog da Neuzinha
- Somente Eu Mesma
- Mundo da Kamilinha
- Conta Gotas
- Vivian Sbrussi


Votação:

- Dê uma nota para meu blog

Indique esse Blog


Contador:

Código html:
Cristiny On Line



** Madrinha do Blog **

Alessandra


** Outras Madrinhas **

Evanir




** Horas **





** Minhas Salas **


















































Quem conta um conto, aumenta um ponto. A fofoca no ambiente empresarial

É uma suspeita de que a secretária está saindo com o chefe, que fulano será demitido, que há desvio de verba na empresa e tantas outras histórias malignas muitas vezes sem fundamento algum.

Casos como esses provocam situações constrangedoras, humilhações e preconceitos. E engana-se quem pensa que fofoca é coisa apenas de mulher. Os homens estão cada vez mais interessados em comentar sobre a vida alheia. É um verdadeiro telefone sem fio onde cada um se sente no direito de incluir suas impressões pessoais sobre o fato em questão.
Não se sabe exatamente como, quando e muito menos quem começa uma fofoca, a única coisa que sabemos é que ela se prolifera a uma velocidade inimaginável e que está sujeita a uma série de acréscimos de informações não checadas. E em poucos minutos ela pode provocar estragos gigantescos.

Além de diminuir a produtividade dos funcionários, os boatos comprometem significativamente a qualidade da convivência e o ambiente de trabalho. Cada um passa a ver o outro com certa desconfiança e o clima de incertezas fica instaurado, fazendo com que todos temam ser a próxima vítima das rodas de bate-papo.

Infelizmente a situação é bastante comum, porém não deve ser tratada com naturalidade, como se fosse algo corriqueiro e inevitável. A fofoca no ambiente empresarial precisa ser combatida e não simplesmente aceita como algo inerente ao convívio social.

Vale ressaltar que os boatos estão mais presentes nas companhias que dão pouca importância à comunicação. Todo ser humano tem necessidade de se comunicar e conviver em equipe, mas quando isso acontece de forma desordenada surge espaço para as fofocas.
Inúmeras empresas de renome já passaram por situações complicadíssimas devido a esse fenômeno que os comunicadores denominam de rádio peão. Entretanto, este ruído na comunicação não é um problema dos funcionários e sim da empresa. É a prova real de que algo não vai bem. É uma conseqüência da ausência ou do mau funcionamento de um sistema integrado de comunicação.

Para evitar esses problemas só há um jeito: prevenir. Para isso, nada melhor que a criação de um ambiente saudável de trabalho, onde a comunicação, a ética e a transparência sejam elementos do cotidiano da empresa.

A instituição precisa criar canais efetivos e adequados à realidade de seus funcionários, mostrando que ali há espaço para a exposição de opiniões, idéias, sugestões e até mesmo reclamações. A criação de uma cultura de comunicação organizacional pode levar um certo tempo, mas os resultados são muito compensadores.

A medida pode não erradicar completamente o problema, mas certamente irá diminuir o impacto dos boatos. Se uma fofoca surgir num local onde haja abertura e liberdade para que a informação seja checada, dificilmente ela terá prosseguimento sem uma versão oficial. No final, todos saem ganhando.

Escrito por Marília Cardoso (Jornalista, pós-graduada em comunicação empresarial e fundadora da InformaMídia Comunicação).



- Postado por: Alessandra Aquiles às 17h56
[ ] [ envie esta mensagem ]





Dias dos Pais

Por ser o dia dos pais, hoje é um dia em que mais sinto saudades do meu, mas sei que ele está ao lado do Senhor e por isso encaminho meus sentimentos e o meu muito obrigado por tudo.

Dedico essa mensagem ao meu e todos os pais ...

A vocês, que nos deram a vida e nos ensinaram a vivê-la com dignidade, não bastaria um obrigado. A vocês, que iluminaram os caminhos obscuros com afeto e dedicação para que os trilhássemos sem medo e cheios de esperanças, não bastaria um muito obrigado. A vocês, que se doaram inteiros e renunciaram aos seus sonhos, para que, muitas vezes, pudéssemos realizar os nossos. Pela longa espera e compreensão durante nossas longas viagens, não bastaria um muitíssimo obrigado. A vocês, pais por natureza, por opção e amor, não bastaria dizer, que não temos palavras para agradecer tudo isso. Mas é o que nos acontece agora, quando procuramos arduamente uma forma verbal de exprimir uma emoção ímpar. Uma emoção que jamais seria traduzida por palavras.



- Postado por: Alessandra Aquiles às 21h52
[ ] [ envie esta mensagem ]